Atualizado 09/05/2019

Saúde Oral e Dental no Quadro Vida Saudável

Informações com a Nutricionista Everlin Massing

A alimentação possui papel fundamental no desenvolvimento dental, na integridade da mucosa e gengiva, prevenção e condução das doenças da cavidade oral e na força óssea. Os alimentos possuem efeito local na integridade do dente, em que o tipo, a freqüência e a forma dos alimentos e bebidas consumidas afetam diretamente no PH oral e em sua atividade microbiana, que destes podem causar cáries dentárias. A nutrição atua no reparo e manutenção dos dentes e dos tecidos orais.

 

Um dos fatores determinantes e condicionantes da saúde é a alimentação, em que está intimamente relacionada a cavidade oral, seja de forma direta em relação a qualidade, retentatividade e consistência do alimento ou indiretamente pelo processo de nutrição.

 

Uma alimentação rica em frutas e vegetais estão associadas a menor risco de doenças da cavidade oral. A alimentação saudável possui grandes impactos na saúde bucal, em que as condutas adequadas em relação a alimentação previnem doenças bucais, as quais coincidem com as voltadas para a manutenção da saúde em geral.

 

É desde os primeiros anos de vida que se torna fundamental para que se possa resultar em efeitos protetores as doenças orais. As causas relacionadas ao aparecimento das caries está fortemente relacionado ao uso de carboidratos simples, quando sua quantidade e freqüência forem excessivas. Quando estes alimentos foram introduzidos de forma tardia, resultaram em fatores de proteção.

 

A prevenção e garantia da saúde bucal e oral focam em uma dieta balanceada, com modificação de hábitos alimentares, de fontes e quantidades de carboidratos fermentáveis, além de associar a prática de higiene oral.

 

Em relação as cáries, crianças devem evitar o uso de forma freqüente de mamadeiras com bebidas adocicadas, evitar a mamadeira noturna e modificação da freqüência e o conteúdo das mamadeiras durante o dia.

 

O consumo freqüente de sucos industrializados e de refrigerantes podem causar danos as estruturas dentárias, pois a ingestão de bebidas ácidas podem provocar a dissolução do esmalte dentário, levando a cárie e erosão dentária, principalmente o contato freqüente e por longo período.

 

Deficiências no estado nutricional levam a defeitos na estrutura dos dentes, assim como o seu período de formação e no atraso da erupção dentária e de alterações nas glândulas salivares.

 

Com isso é importante uma alimentação com grande concentração de carboidratos complexos, como grãos, massas, tubérculos e raízes, com preferência aos integrais; com frutas, verduras e legumes; assim como alimentos vegetais ricos em proteínas, como cereais integrais, leguminosas, sementes e castanhas. Alguns alimentos como os fibrosos, queijo, leite e chá possuem efeitos protetores contra a cárie.

 

Consulte o nutricionista e o dentista para te orientar e para promover uma vida mais saudável e duradoura!

 

Esse foi o tema de hoje, para a próxima semana iremos falar sobre prébioticos e probióticos para a saúde intestinal, para maiores informações consulte minha página no Facebook ou instagram nutricionista Everlin Massing, até a próxima!!

 

FONTE:

MAHAM, L. K.; ESCOTT-STUMP, S. Krause: Alimentos, nutrição e dietoterapia. 13ª edição. Rio de Janeiro: Elsevier, 1227 p., 2012.

DANTAS CORDEIRO, Mariana; et. al. Associações entre letramento em saúde bucal, consumo alimentar e presença de lesões orais. Nutr. clín. diet. hosp. 37(1):49-56, 2017.

PRADO, C. D. et al. Educação em saúde: relação entre alimentação e saúde bucal. Revista UNINGÁ, Maringá – PR, n.18, p.xx-xx, out./dez. 2008.

 

SILVA, Ana Caroline Vieira da; FILHO,  Fatuel Vitalino; GERMANO, Luciana Veruska da Silva. ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: Requisito Para Uma Saúde Oral Adequada. Estação Científica - Juiz de Fora, nº17, jan – jun / 2017.

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções