Atualizado 26/02/2019

Depoimentos dos vereadores na quarta sessão ordinária do poder legislativo São-Carlense

Na quarta sessão do Poder Legislativo de São Carlos, realizada segunda-feira 25 de fevereiro,  subiram a tribuna os vereadores  José Noimar Mai, Evandro Cesco, Gilson Rogério e Silva. Confira o que destacou cada vereador.

 

Evandro Cesco

 No espaço das explicações pessoais, relatou sobre a situação da falta de médico na Unidade de Saúde do Bairro Cristo Rei à cerca de dois meses, também comentou dos valores do programa mais médicos, o que acaba diminuindo ainda mais a oferta de médicos para as Unidades Básicas de Saúde, e que depende da chamada do concurso público e do gestor do município a decisão final. Neste sentido, fez algumas sugestões, também parabenizou a festa na comunidade de Baixo Aguinhas na qual esteve presente. Na sequência, as proposições do vereador  foram lidas e aprovadas na sessão.

 

Gilson Rogério e Silva

Ao usar a tribuna, destacou novamente sobre o projeto GPS Rural, e discussão do mesmo nas comunidades, também comentou sobre viagem a Florianópolis como vice-presidente Regional da APRASC – Associação dos Praças de Santa Catarina, e aproveitou a viagem e visitou a ALESC, e lá conversou com a Deputada Marlene Fengler sobre as reivindicações das necessidades do Oeste Catarinense tais como condições do asfalto, e vias de circulação. Parabenizou a festa em Baixo Aguinhas e falou das vias que foram restauradas no interior, falou de evento da fundação cultural, sobre melhoria e projetos relativos à cultura do município.

 

José Noimar Mai

Ao usar a tribuna, o vereador falou sobre convites da Secretaria da Educação, sobre indicação de requisição de lombada, conclusão da ponte e ginásio de Linha Jacutinga, que vai ser feito acessos da Linha São Sebastião, relatou sobre casos da dengue, mutirão de 24 pacientes de cirurgia de catarata dia 28 de fevereiro, agricultura, rede de água na comunidade de Três Aguinhas onde restam somente 20% para conclusão. Destacou que em Linha Weber e Alto Aguinhas será o próximo passo, falou sobre a fala do vereador Evandro e a falta de médico do posto onde depende da chamada do concurso público. Relatou sobre  a terceirização de serviços da saúde, falou sobre boatos sobre situação da barragem, e que os governantes do município ajudam no que podem, mas não tem poder para fazer o que quiserem e que as leis precisam ser observadas.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Poder Legislativo de São Carlos
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções